SAUDAÇÕES E BOAS VINDAS

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO! PARA SEMPRE SEJA LOUVADO!

Caríssimos e amados irmãos e irmãs em Nosso Senhor Jesus Cristo! Sêde BEM-VINDOS!!! Através do CATECISMO, das HOMILIAS DOMINICAIS e dos SERMÕES, este blog, com a graça de Deus, tem por objetivo transmitir a DOUTRINA de Nosso Senhor Jesus Cristo. Só Ele tem palavras de vida eterna. Jesus, o Bom Pastor, veio para que Suas ovelhas tenham a vida, e com abundância. Ele é a LUZ: quem O segue não anda nas trevas.

Que Jesus Cristo seja realmente para todos vós: O CAMINHO, A VERDADE, A VIDA, A PAZ E A LUZ! Amém!

quinta-feira, 23 de março de 2017

GLÓRIA E PODER DE SÃO JOSÉ


23 de março

SÃO JOSÉ E OS SANTOS

   A devoção a São José é uma escola de vida interior e de santidade. Não é José a criatura que mais aproveitou a vida de intimidade com Jesus e Maria, vida que é o encanto de todas as almas interiores? A sua devoção afervora, leva à Maria e ao Coração de Jesus.

   O maior dos santos é, pois, o mais querido e venerado dos próprios santos. Os santos Doutores celebram com panegíricos e comentários admiráveis as glórias de São José. Santo Agostinho mostrou a beleza e a excelência da união de José e Maria. São João Crisóstomo exalta os méritos daquele que mereceu se escolhido entre todos os homens para ser o Pai adotivo do Filho Unigênito de Deus. São Jerônimo defendeu com ardor, contra os hereges a perpétua virgindade de São José. São Bernardo fala com tanta ternura de São José como falou de Maria Santíssima. São Bernardino de Sena, que apóstolo e cantor magnífico das glórias e privilégios de São José! Santo Tomás de Aquino, defende muitos privilégios e glórias de São José. Que dizer de São Francisco de Sales, Santo Afonso, Santo Inácio de Loiola, etc.. 

   São José é verdadeiramente o santo da devoção dos santos. Por exemplo:

   Santa Madalena de Pazzi viu no céu a glória de São José e nunca deixou de o invocar, porque sabia quanto poder tem Ele junto de Deus. 
   Santo Inácio de Loiola, o fundador da Companhia de Jesus, bem revela, nos seus admiráveis Exercícios Espirituais, como era devoto de São José. É sob a inspiração de São José que se tornou tão hábil na arte divina de dirigir as almas.
   Santa Margarida de Cortona, desde a conversão, cada dia se recomendava ao Santo Pai adotivo de Jesus. Um dia lhe aparece Nosso Senhor dizendo: Margarida, quero que saibas, a tua devoção a José, meu Pai adotivo, muito me é agradável. Eis porque desejo que cada dia prestes algum tributo de louvor em honra dele. José me é muito caro e amado de meu coração. 

   São Luis de Gonzaga, o angélico moço, desde pequeno se consagrou a imitar a pureza de São José. Tinha para com ele uma devoção toda filial. O lírio de São José tocou aquela alma e a encheu de suave perfume da virtude dos anjos. 
  
   Sano Afonso Maria de Ligório nunca separou em suas orações os nomes santíssimos de Jesus, Maria e José. Escreveu páginas tocantes sobre as grandezas e o poder de São José.

   O Santo Cura d'Ars  se fez um perfeito imitador de São José, trabalhando em silêncio sob os olhares de Jesus e Maria. Imitou e pregou a devoção a São José. 

   Afinal, não haverá um só predestinado, um herói da santidade que não tenha invocado e procurado imitar a São José no amor e dedicação no serviço de Jesus e Maria. 


EXEMPLO

São José e os estudantes

   Num seminário da França um clérigo dotado de ótimas qualidades, piedoso e aplicado aos estudos, sentia dificuldades no estudo do latim. Estava para ser dispensado pelos superiores, que, verdadeiramente tristes, viam a impossibilidade do pobre moço em dar conta dos estudos eclesiásticos. 

   O piedoso clérigo não desanimava. Uma grande confiança na proteção de São José o levou a se prostrar, banhado em lágrimas, ante o altar do santo. Não podia se conformar com ver todo o seu sublime ideal desfeito.

   - Ó meu São José, valei-me! Se chegar ao sacerdócio, serei apóstolo do vosso culto.

   A prece foi ouvida. No dia seguinte tudo se esclarece. Percebe as lições com clareza e segue as aulas com proveito. Os mestres e colegas se admiram de tão súbita mudança. O clérigo, de último, vem a ser dos primeiros nas classes. Ordenou-se sacerdote, foi mais tarde professor de Teologia no seminário, Vigário Geral da Diocese e cumpriu generosamente a promessa: foi um grande apóstolo do culto de São José. 

   São João Berchmans também foi um dos mais perfeitos modelos de devoção a São José. quando estudava filosofia, ao chegar ao exame dizia: "O patrono deste exame será meu São José. Se for feliz, hei de rezar três terços em sua honra". "Percorrerei meus cadernos e, se puder percorrer todos e gravá-los bem na memória, farei uma devoção especial a São José". E todo exame colocado sob a proteção do Santo Esposo de Maria era brilhante e feliz. São João Berchmans teve a honra de defender em público, com nota de distinção com louvor, uma série de teses filosóficas. 

   O angélico moço da Companhia de Jesus se santificou na escola da humildade e pureza de São José.

   São José é tão simples e humilde que ninguém tem receio de se aproximar dele e fazê-mo-lo sempre com toda confiança por estar ele tão unido a Jesus e a Maria! Aí conseguimos tudo, tudo mesmo!!!

   

Nenhum comentário:

Postar um comentário