SAUDAÇÕES E BOAS VINDAS

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO! PARA SEMPRE SEJA LOUVADO!

Caríssimos e amados irmãos e irmãs em Nosso Senhor Jesus Cristo! Sêde BEM-VINDOS!!! Através do CATECISMO, das HOMILIAS DOMINICAIS e dos SERMÕES, este blog, com a graça de Deus, tem por objetivo transmitir a DOUTRINA de Nosso Senhor Jesus Cristo. Só Ele tem palavras de vida eterna. Jesus, o Bom Pastor, veio para que Suas ovelhas tenham a vida, e com abundância. Ele é a LUZ: quem O segue não anda nas trevas.

Que Jesus Cristo seja realmente para todos vós: O CAMINHO, A VERDADE, A VIDA, A PAZ E A LUZ! Amém!

quarta-feira, 22 de março de 2017

GLÓRIA E PODER DE SÃO JOSÉ


22 março

SÃO JOSÉ, REFÚGIO DOS PECADORES

   Santa Teresa d'Ávila escreve que Deus fez São José o plenipotenciário, o tesoureiro geral para aliviar e socorrer as almas em todas as suas necessidades. E quem é mais necessitado e miserável que o pecador? Aos pecadores, sim, haveríamos de recomendar: Ide a São José! Nunca vos desespereis da salvação de vossa pobre alma, porque jamais se devia dizer que quem confia em São José fosse desamparado. Ele nos alcançará de Deus o perdão e a misericórdia. Como no Egito, na época de José, filho de Jacó, também os pecadores, nesta hora de fome e de miséria espiritual que vivemos, têm um refugio e um recurso: Ir a José, recorrer a São José. E por José irão à Maria, e por Maria a Jesus. 

   Portanto, recomendemos a devoção a São José aos pobres pecadores. Têm-se visto tantas maravilhosas conversões de pecadores mais endurecidos, só porque às vezes conservaram alguma pequena prática de devoção ao Santo Patriarca. 


EXEMPLO

Boa inspiração

   Uma mulher piedosa tinha uma filha que em nada edificava as irmãs. Leviana e cheia de mundanismos perigosos, ia a jovem pelo mau caminho. A mãe aflita, cada vez que se lhe apresentava a oportunidade ia a uma igreja ao altar de São José e, entre lágrimas, suplicava a conversão da filha. Um dia teve a inspiração: "E se eu desse àquela doidivana uma pequenina imagem de São José? Talvez ela não aceite. Pode rasgá-la. Em todo caso, experimento."

   Levanta-se cheia de confiança. Na primeira livraria ou bazar escolhe uma bela estampa do Santo Patriarca. No quarto da filha, ausente, coloca a estampazinha entre os livros de estudos da moça. Esta, ao voltar, pergunta curiosa: "É interessante... achei entre os meus livros uma bela estampa de São José... Não sei o que fazer... Donde veio?

   Ninguém lhe responde. Calou-se, voltou para a mesa e pôs-se a contemplar a pequenina imagem. Achou-a tão bonita! E uma impressão qualquer passou-lhe pela alma. Sentia dentro de si algo de estranho. Contemplava sem cessar a imagenzinha de São José. Depois, lê no verso uma oração impressa. Lê e reza, também. Há quanto tempo não rezava! Depois... foi uma torrente de lágrimas de dor e arrependimento de tantos pecados e leviandades. A mãe a foi encontrar assim, transformada miraculosamente em um instante. Após a conversão, tornou-se um modelo de piedade e modéstia, e a edificação de todos. 
   Uma bela conversão devida a São José. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário