SAUDAÇÕES E BOAS VINDAS

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO! PARA SEMPRE SEJA LOUVADO!

Caríssimos e amados irmãos e irmãs em Nosso Senhor Jesus Cristo! Sêde BEM-VINDOS!!! Através do CATECISMO, das HOMILIAS DOMINICAIS e dos SERMÕES, este blog, com a graça de Deus, tem por objetivo transmitir a DOUTRINA de Nosso Senhor Jesus Cristo. Só Ele tem palavras de vida eterna. Jesus, o Bom Pastor, veio para que Suas ovelhas tenham a vida, e com abundância. Ele é a LUZ: quem O segue não anda nas trevas.

Que Jesus Cristo seja realmente para todos vós: O CAMINHO, A VERDADE, A VIDA, A PAZ E A LUZ! Amém!

quinta-feira, 2 de março de 2017

GLÓRIA E PODER DE SÃO JOSÉ


2 de março

Leitura espiritual  -  QUEM É SÃO JOSÉ?

   Criatura singular e privilegiada! 
   O Pai adotivo de Jesus Cristo, nosso Deus, e Esposo castíssimo de Maria, Mãe de Deus; o maior dos santos; o justo. 

   Não se pode acrescentar nada mais a isto. 

   O Santo Patriarca fora predestinado por Deus, estava no plano divino da Encarnação. Jesus havia de nascer de uma Virgem, Maria Imaculada, e esta Virgem Puríssima seria esposa do castíssimo e santíssimo José. 

   O anjo Gabriel, diz São Lucas - (I, 20) - fora enviado a uma virgem desposada com um varão que se chamava José. 

   O anjo anuncia à Virgem o mistério adorável da Encarnação, e, ligado a este mistério, o nome de São José.  Era o esposo virginal da Mãe do Verbo. Seria o Pai adotivo, o guarda, o sustentáculo do Salvador do mundo. 

   Seria chamado Pai do Pai de todas as criaturas. Amparo de quem ampara o Universo. Senhor do Senhor dos senhores, do Rei dos reis. 

   José foi esposo de Maria para que, convenientemente, viesse ao mundo o Verbo Encarnado. Havia de nascer Jesus de uma virgem, mas de uma virgem desposada. E São José foi esse esposo predestinado e singular. Para tanto devia ser um homem santo, o justo. 

   Então, quem é São José? É o esposo de Maria, diz o Evangelista, da qual nasceu Jesus. 


EXEMPLO

São Francisco de Sales e Santa Joana Francisca de Chantal

   São Francisco de Sales foi, durante toda sua vida, devoto e apóstolo do culto de São José. Na festa de 19 de março, celebrava missa solene e convidava, para festejar a São José, todos os músico e cantores de Annecy. Pregava com entusiasmo nete belo dia. São tão belos e tocantes os panegíricos de São José nos sermões do melífluo Doutor! No dia da festa de 19 de março de 1664, escreveu ele a Santa Joana de Chantal: 'Minha filha, eu vos envio as ladainhas de São José, este pai querido, nossa vida e nosso amor. Se não puder cantar, balbucie ao menos tão belas invocações". 
   A devoção a São José, já transmitida à Ordem da Visitação pela fundadora Santa Joana de Chantal, que a havia recebido carinhosamente de São Francisco de Sales como um tesouro, Santa Chantal se alistou numa associação de São José e fez inscrever na mesma a todas as religiosas. Trazia sempre no livro da Regra uma imagem de São José e dizia: "Quando começo minha leitura, beijo primeiro os pés de meu São José.
   Nunca deixou de fazer cada dia a oração junto à imagem de São José, colocada na sala do capítulo. Dizia ela às suas religiosas: É preciso levar sempre consigo os bons amigos do céu (referindo-se à Sagrada Família). Como isto faz Bem!
   E sempre que, falando ou escrevendo, se referia a São José, Santa Chantal usava a expressão de São Francisco de Sales: São José, o santo querido de meu coração. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário