SAUDAÇÕES E BOAS VINDAS

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO! PARA SEMPRE SEJA LOUVADO!

Caríssimos e amados irmãos e irmãs em Nosso Senhor Jesus Cristo! Sêde BEM-VINDOS!!! Através do CATECISMO, das HOMILIAS DOMINICAIS e dos SERMÕES, este blog, com a graça de Deus, tem por objetivo transmitir a DOUTRINA de Nosso Senhor Jesus Cristo. Só Ele tem palavras de vida eterna. Jesus, o Bom Pastor, veio para que Suas ovelhas tenham a vida, e com abundância. Ele é a LUZ: quem O segue não anda nas trevas.

Que Jesus Cristo seja realmente para todos vós: O CAMINHO, A VERDADE, A VIDA, A PAZ E A LUZ! Amém!

terça-feira, 4 de outubro de 2016

ROSÁRIO E OS MALES DOS TEMPOS PRESENTES

LEITURA ESPIRITUAL  -  Dia 04 de outubro
Observação: Caríssimos, o que Leão XIII em 1883 dizia sobre os males daquele tempo, aplica-se perfeitamente aos de hoje; males estes, entretanto, hodiernamente muito maiores: a moralidade pública e a própria fé não só correm riscos, mas estão sendo destruídas terrível e celeremente. O que torna a crise atual mais grave, é o que o remédio para tamanho mal, está sendo negligenciado nas famílias: a oração do Santo Terço. Enquanto Leão XIII alertava e apresentava o remédio para a crise sempre crescente, hoje a autoridade suprema da Igreja está mais preocupada com ecologia e chegou mesmo a dizer que "a Igreja nunca esteve tão bem!".  Mas ouçamos o Papa do Santo Rosário:

"10. Movido por estas considerações e pelos exemplos dos Nossos Predecessores, julgamos assaz oportuno, nas presentes circunstâncias, ordenar solenes preces a fim de que a Virgem augusta, invocada por meio do santo Rosário, nos impetre de Jesus Cristo, seu Filho, auxílios iguais às necessidades.

11. Bem vedes, ó Veneráveis Irmãos, as incessantes e graves lutas que trabalham a Igreja. Vedes que a moralidade pública e a própria fé - o maior dos bens e fundamento de todas as outras virtudes - estão expostas a perigos sempre mais graves. Assim também vós não só conheceis a nossa difícil situação e as nossas múltiplas angústias, mas, pela caridade que a nós tão estreitamente vos une, as sofreis juntamente conosco. Porém o fato mais doloroso e mais triste de todos é que tantas almas, remidas pelo sangue de Cristo, como que arrebatadas pelo turbilhão desta época transviada, vão-se precipitando numa conduta sempre mais depravada, e se abismam na eterna ruína; por isto a necessidade do divino auxílio certamente não é menor hoje do que a que era sentido quando o grande Domingos, para curar as feridas da sociedade, introduziu  a prática do Rosário mariano. Iluminado do alto, ele viu claramente que para os males do seu tempo não havia remédio mais eficaz do que reconduzir os homens a Cristo, que é "caminho, verdade e vida", mediante a freqüente meditação da Redenção pro Ele operada; e interpor junto a Deus a intercessão dessa Virgem a quem foi concedido "aniquilar todas as heresias". Por este motivo ele dispôs a prática do Rosário de modo que fossem sucessivamente recordados os mistérios da nossa salvação, e a este dever da meditação se entremeasse como que uma mística coroa de saudações angélicas, intercaladas pela oração a Deus, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo. Nós, pois, que andamos procurando um igual remédio para não diversos males, não duvidamos de que a mesma oração, pelo santo Patriarca introduzida com tão notável vantagem para o mundo católico, tornar-se-á eficacíssima para aliviar também as calamidades dos nossos tempos.

12. Portanto, em consideração destas razões, não somente exortamos calorosamente todos os cristãos a praticarem, sem se cansar, o piedoso exercício do Rosário, publicamente, ou em particular, nas suas casas e famílias, mas também queremos que todo o mês de outubro do ano em curso seja consagrado e dedicado à celeste Rainha do Rosário."


(Encíclica "SUPREMI APOSTOLATUS" de Leão XIII).

Nenhum comentário:

Postar um comentário